DESCOLAMENTO DA RETINA

O que é isso?

Essa condição ocular ocorre quando a retina – uma camada de tecido na parte de trás do olho que processa a luz – se afasta do tecido ao redor. Uma vez que a retina não pode funcionar corretamente quando isso ocorre, a perda permanente da visão pode ser o resultado se não for tratada imediatamente.

Não há dor associada ao descolamento da retina e pode ocorrer sem aviso prévio.

Os sintomas incluem:

  • Faiscas de luz
  • Vendo muitos novos “flutuadores” (pequenas manchas ou fios)
  • Escurecimento da sua visão periférica (lateral)

Como é tratado?

Laser (térmico) ou congelamento (criopexia) são métodos que podem reparar uma laceração se diagnosticada precocemente. Esses procedimentos geralmente são realizados no consultório médico.

Retinopexia pneumática: funciona bem para lacerações pequenas e fáceis de fechar. O médico injeta uma pequena bolha de gás no vítreo, uma substância transparente semelhante a um gel entre o lente e a retina. Ele sobe e pressiona contra a retina, fechando o rasgo. Laser ou criopexia também podem ser usados ​​para selar a laceração.

Fivela escleral: neste procedimento cirúrgico, o médico costura uma faixa de silicone (fivela) ao redor da parte branca do olho (chamada de esclera). Isso o empurra em direção ao rasgo até que cure. Esta faixa é invisível e está permanentemente presa. O tratamento a laser ou criogenia pode selar a laceração.

Vitrectomia: esta cirurgia é usada para reparar grandes lacerações. O médico remove o vítreo e o substitui por uma solução salina. Dependendo do tamanho da laceração, o médico pode usar várias combinações de vitrectomia, fivela, laser e bolha de gás para reparar a retina.

Marque a sua consulta